Sexta feira-02 de fevereiro de 2018

Ao todo, 11 CCIs serão entregues em todo o Estado até abril. O investimento total é de quase R$ 5 milhões, beneficiando cerca de 10 mil estudantes da rede pública

O Governo do Ceará inaugurou, nesta sexta-feira (2), o primeiro Centro Cearense de Idiomas (CCI), localizado no shopping Benfica, em Fortaleza. A iniciativa vai ofertar a alunos matriculados na rede pública estadual o ensino gratuito de inglês e espanhol. Ao todo, 11 CCIs serão entregues pelo Executivo em todo o Estado até abril. A abertura do primeiro centro contou com a presença do governador Camilo Santana, acompanhado do secretário da Educação Idilvan Alencar, educadores, estudantes e lideranças políticas.

A implantação das unidades de ensino de línguas estrangeiras envolve o investimento total de quase R$ 5 milhões. Seis municípios receberão os novos equipamentos em 2018: além da Capital, Crateús (também nesta sexta-feira), Itapipoca, Caucaia, Iguatu e Juazeiro do Norte. Apenas em Fortaleza serão instalados cinco centros, nos shoppings Benfica, RioMar Fortaleza, RioMar Kennedy, North Shopping Jóquei e Via Sul, além de uma outra unidade no Conjunto Ceará. “Vamos atender mais de 4 mil em Fortaleza e mais de 10 mil jovens no Ceará inteiro. São três anos de curso, com turmas de 25 alunos e vamos capacitar também os professores da rede pública”, explicou o governador Camilo Santana.

Para o chefe do Executivo, essa política vem para garantir oportunidades aos jovens e capacitá-los para o futuro, tendo em vista os novos investimentos que surgem no Estado. “A nossa meta é ampliar ainda mais para outros municípios. Estamos aqui apostando que Fortaleza e o Ceará vão se tornar em um centro de conexões com o mundo, a partir do momento em que vai funcionar o hub da Air France-KLM/Gol. Os centros de idiomas são mais uma forma de investir na educação e oferecer oportunidade para os nossos jovens se capacitarem para o mercado de trabalho”, complementou.

Acompanharam o governador no evento os deputados estaduais Jeová Mota, George Valentim e Walter Cavalcante, o deputado federal José Guimarães, além de vereadores da Capital e outras lideranças políticas.