A edição BBB18 é a segunda comandada por Tiago Leifert. Foto: Globo
A edição BBB18 é a segunda comandada por Tiago Leifert. Foto: Globo

Os 16 novos participantes da 18ª edição do Big brother Brasil estão sendo anunciados nesta quinta-feira, a partir dos intervalos do Vídeo Show (Globo). Como no ano passado, a temporada 2018 será novamente apresentada por Tiago Leifert, que se inicia em uma segunda-feira – no dia 22 – e não em uma terça-feira, como no período conduzido por Pedro Bial. O anúncio será por ordem alfabética. A emissora adiantou que o elenco do programa está “mais eclético do que nunca”, com participantes de 13 capitais brasileiras – incluindo Porto Velho (RO) e João Pessoa (PB).

Quer receber notícias sobre cultura via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (81) 99113-8273 e se cadastre

Alguns detalhes já foram anunciados, como a mudança no formato de votação, que exibe um cadastro antes de votar, e uma câmera 24 horas por dia no confessionário, com exceção em atendimentos médicos. Os assinantes do GloboPlay, plataforma de streaming da Globo, agora terão acesso à câmera do confessionário, que estará disponível 24 horas por dia, exceto quando estiverem sendo realizados alguns atendimentos médicos. Conheça os novos brothers:

Foto: Gshow/Reprodução
Foto: Gshow/Reprodução

Ana Paula, de 23 anos, de Santa Catarina:

A estudante de jornalismo adora astrologia. Entrevistada por Vivian Amorim, vice-campeã no ano passado, ela se apresentou como bruxa. Ela acredita que o pai é um extraterreste e afirma que “todos os santos estão com ela”. A estratégia no confinamento dela será a alegria, contar piada e ter alto astral. Ana acredita em amizade, mas afirma que será desconfiada na convivência com os brothers. Já morou em Florianópolis, se mudou para o Acre, após uma revelação espiritual, passou um período no Rio de Janeiro. Além de jornalismo, também fez curso de comissária de bordo e é atriz.
Foto: Gshow/Reprodução
Foto: Gshow/Reprodução
Breno Simões, de 29 anos, de Goiás:
O arquiteto está solteiro, considera-se competitivo, tem mania de organização, faz parte de um grupo de motoqueiros e não gosta de iludir mulher. Em entrevista ao Vídeo Show, a estratégia do confinamento, segundo ele, segue o clichê de “ser você mesmo” e “entrar para jogar”. Sobre alianças, afirma que não é de ir pela cabeça dos outros, mas imagina ser natural surgirem parcerias ao longo do programa. É chamado de Adão, por conhecidos, após ter sido encontrado nu com uma mulher em um jardim de uma festa. “Minha cama é muito frequentada”, disse ele, em entrevista ao Gshow.

Foto: Gshow/Reprodução
Foto: Gshow/Reprodução
Caruso, de 34 anos, de São Paulo:
O publicitário é solteiro, joga futebol americano e luta Muay Thai. “Não sou de fazer as coisas para fazer média”, afirma, no vídeo de apresentação. Ele conta que os pais costumam fazer tudo para agradá-lo. Segundo o perfil no Gshow, já foi consumista, sobretudo com roupas e pares de sapatos. Tem mais de 60 tatuagens. “Quero ser resiliente o tempo todo, agir com meus princípios, acreditar na minha bagagem e seguir o jogo. Quero jogar sozinho. Sem alianças”, conta, em entrevista a repórter da Rede BBB, Vivian. Já ficou com cantora e modelo conhecidas.

Diego, de 31 anos, do Pará:
O escritor é apaixonado pelo universo geek, videogame – tem quatro consoles – e crianças. Ele tem uma noiva, Zakiee, com quem está junto há sete anos. O pedido de casamento foi feito com trajes da novela Caminho das Índias, da Globo, e a dupla planeja ter quatro filhos. Diego é graduado em filosofia e psicologia, tem dois irmãos, estudou teatro na adolescência, usa os pseudônimos Dannis Potter e Pamela Bear para escrever e mantém uma poupança só para comprar jogos e acessórios de videogame.

Gleice, 22 anos, do Acre:
A estudante de psicologia vem de origem humilde, sendo a primeira de sua família a concluir o Ensino Médio e chegar à faculdade. O tempo fez a jovem desenvolver um temperamento forte, fruto de lutas que travou contra todas as adversidades. No Acre, ela mora em um bairro da periferia de Rio Branco, com a mãe e o irmão mais velho. Na falta de quarto, Gleice dorme na sala, onde reserva um espaço para guardar livros. Hoje, Gleici tem voz de comando na família, ajudando a todos e dando muitos conselhos.

Jaqueline, 23 anos, de Rondônia
A loira recém-formada em Biomedicina mora em Rolin de Moura, cidade do interior de Rondônia, com certa de 55 mil habitantes. Fã de Anitta e de música sertaneja, ela afirma ser festeira e que já esteve uma festa na casa de Neymar, em Santos. O convite foi feito por um amigo do jogador. Dona de um sorriso fácil, a jovem diz ter pavio curto, mas ressalta que só desce do salto quando tem razão. Solteira há quase um ano, a sister não descarta se envolver com outra pessoa na casa.

Jéssica, 26 anos, de Santa Catarina
Espectadora do Big brother Brasil desde os anos 11, a personal trainer de Florianópolis vibrou com a notícia de que seria uma das sisters da casa. Ela decidiu fazer o curso de Educação Física porque já treinava crianças na ginástica olímpica. Há um ano separada, a loira aponta como um dos motivos para o fim de seu casamento o ciúme exagerado do ex. A catarinense começou a sair com uma pessoa no fim do ano passado, mas confirma que entra na casa solteira. Ela também promete que será bastante animada nas festas.

Kaysar, 28 anos, do Paraná
Kaysar é natural de Apelo, na Síria. Em 2011, viu a guerra devastar o seu país e decidiu dar adeus à sua família para tentar a vida na Ucrânia, onde a violência voltou a cruzar seu caminho. Assim, abriu o mapa e decidiu ir para o hemisfério sul. No Brasil, foi acolhido na casa do primo de sua avó, em Curitiba, e hoje atende pelo nome de César. “Não sei de onde tirei essa ideia, o destino me colocou no melhor lugar do mundo. O que o Brasil fez comigo mudou minha vida inteira”, diz ele. O sírio sabe falar cinco línguas: árabe, português, russo, francês e inglês. Adora funk e sair para dançar nas baladas.

Lucas, 27 anos, do Ceará
Apesar de ser reservado, o empresário afirma não passar despercebido: “Tenho muito assédio, curtidas, comentários…”. Aos 18 anos, passou a trabalhar como modelo depois que um olheiro o encontrou na praia. A profissão lhe deu a oportunidade de morar em cidades como Xangai, Nova Iorque e Los Angeles. Em Fortaleza, já recebeu famosos como Wesley Safadão, Mc Gui, Xandy, do Aviões do Forró e Solange Almeida em uma casa de carne. Apesar de ser possível alvo de investidas amorosas na casa, o cearense é noivo da mineira Ana Lucia, com quem mantém um relacionamento há 5 anos.

Mahmoud, 27 anos, de Rondônia
O sexólogo nasceu em Manaus (AM), mas com seis anos foi morar no Líbano depois que seus pais faliram e tiveram de retornar ao país de origem. “Fomos eu, minha irmã e meus pais apenas com a roupa do corpo”, relembra o brother. Lá, ele foi vítima de bullying por causa de sua voz. O preconceito o impediu de ser orador de sua turma na formatura. Ao voltar para o Brasil, foi aprovado para cursar Psicologia em Rondônia. Morando com o pai, que é dono de uma boate, ele despertou seu interesse pela Sexologia, área em que fez especialização.
Mara, 53 anos, de Minas Gerais
Nascida no município de Governador Valadares, Mara já foi modelo e estudou teatro na adolescência, mas fez sua graduação em História, com Mestrado e Doutorado em Ciências Políticas. Através dos estudos, ela morou na Espanha e em alguns estados brasileiros. Sorridente, a sister tem um forte relacionamento com a filha, Ana Luíza, de 22 anos, que acompanhará a mãe pela TV. “A gente briga e faz as pazes. Ela é mandona, teimosa e não adianta falar. Estoura comigo e depois esquece. Mas somos parceiras. Ela é minha maior inspiração profissional”, diz a participante do reality.

Nayara, 33 anos, de São Paulo

Carinhosamente chamada de Nêga pelos amigos, a jornalista do ABC paulista saiu de casa aos 19 anos para realizar os sonhos no centro de São Paulo. Seu hobby é procurar peças de roupa e acessórios da moda nos brechós da capital paulista. Filha única de pais exigentes, ela diz que não foi criada em um ambiente essencialmente amoroso em casa, o que contribuiu para se tornar uma pessoa forte e dura. “Não sou tão fácil de lidar”, diz. Sua mãe, Lúcia Helena, admite que criou a filha com rigidez. Talvez por isso Nayara tenha ido à luta tão cedo.

Patrícia, 32 anos, do Ceará
Apelidada de Kika, a cearense nasceu em Icó, no interior do estado, mas hoje mora em Fortaleza. “Mulher de interior tem força!”, diz. Ela também é cheia de auto estima: “Eu me amo. Quem quiser ver celulite, vê. Quem não quiser, feche os olhos. Não tenho a necessidade de ser aceita”. Patrícia trabalha como funcionária pública reinserindo jovens na sociedade, mas já foi radialista e seu hobby é cantar forró.

Paula, 29 anos, de São Paulo
A empresária do ramo de doces está solteira há dois anos e já namorou com o jogador do Corinthians Rodriguinho, que já atuou na Seleção Brasileira. Ela explicou que, depois dele, precisou de um tempo para se recuperar, mas já está pronta para um novo romance. A paulista tem 13 tatuagens e uma delas é uma homenagem às duas irmãs. No passado, já foi jogadora de vôlei profissional e participou da Super Liga.

Viegas, 33 anos, de São Paulo
Morador da Cohab Juscelino, localizada na Zona Leste de São Paulo, Viegas se encontrou na música e há sete anos sobrevive de sua arte. Mesclo muito o reggae e rap. O reggae tem uma identidade muito grande na minha vida. Mas o questionamento e a poesia do rap me chamam muita atenção, por ser mais séria, mais dura. São dois gêneros que sou apaixonado e o fio condutor está aí”, explica. Fã de Bob marley, ele não corta o cabelo há 17 anos e escreve músicas com sociais. O paulista ainda tem uma filha de cinco anos e brinca de boneca com ela nas horas vagas.

Wagner, 35 anos, do Paraná
Com 45 tatuagens e um piercing no mamilo, o tatuador, gravurista e grafiteiro aparenta ser um cara discreto. A intensidade de sua relação com os filhos, sua conexão com a natureza e o amor pela arte, no entanto, o tornam um homem singular. Ele ama a cultura caiçara e desde criança tem uma conexão muito grande com a natureza. Pratica canoagem, trilhas e sempre anda de bike pela cidade. “Acho que na casa vou ser um mocinho com nuances de vilão, por causa do meu lado disciplinador”, conta Wagner sobre sua estratégia na casa.

Fonte: Diário de PE / Globo.com